Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diogo Limão

Recursos Humanos

Dia de Paintball

Paintball (1).JPG

 

No dia 27 de maio, foi dia de paintball. Sabia que se usavam armas de tinta e que estas pintavam nódoas negras na nossa pele mas não sabia, ainda, o contributo que podia dar ao desenvolvimento de equipas. Leia sobre isso, neste texto!

 

O meu primo vai casar-se! Como um dos três padrinhos do noivo, coube-me a mim e aos restantes padrinhos, o previlégio de planear a despedida de solteiro. Procurámos fazer algo que fosse divertido para os convidados e noivo e acima de tudo que permitisse levar para o casamento algum nível de afinidade e identificação, entre todos. Passando pelas ofertas das empresas que desenvolvem programas para despedidas de solteiro, um boa parte delas, refere atividades como o paintball: de grupo, que envolvem diversão, equipas e, no fundo, um objetivo (no limite, a própria despedida de solteiro). Para atender ao conhecimento de todos, caso não tenham já ouvido falar do que se faz neste jogo, o jogador, devidamente equipado para sua própria proteção, tem nas suas mãos uma arma que dispara bolas de tinta que marcam o local onde embate o disparo. Com azar, batendo na pele de alguém, deixa uma boa nódoa negra. Não se assustem, vale a pena! É das poucas alturas que posso dizer que ficar com nódoas negras valeu -- mais que -- a pena! 


Na atividade, eramos um grupo de 10 pessoas, 6 amigos do noivo, o noivo e os 3 padrinhos. Nós os três, só conhecíamos os restantes convidados pelas fotos do Facebook e das conversas que tivémos no grupo privado do evento. À semelhança do que acontece nas organizações, apenas conheciamos os artefactos -- elementos mais superficiais de uma cultura --, que como refere, também, o neuromarketing, não chegam para criar uma imagem consistente e que permita criar a identificação emocional com a organização. Estavamos assim: conheciamo-nos pouco. Depois, já com as equipas feitas, fez-se o treino, para a habituação com o equipamento, em que o objetivo era que uma das equipas recolhesse uma bandeira e a levasse para a sua base. Regressámos à zona de segurança, limpámos o equipamento e iniciámos, depois, o primeiro jogo a sério. Este, sim já correu bem melhor. Assim como o próximo.

 

Um dos principais comentários que surgiram, depois do primeiro jogo depois do treino, foi que "este correu bem melhor, estávamos mais coordenados". Traduzindo: trabalhámos mais em equipa e em direção a um objetivo comum. Nas equipas, vemos o mesmo comportamento: antes de um trabalhador conseguir trabalhar em equipa deverá ter algum nível de autonomia e à vontade com a sua função; deve entender o papel dele naquele grupo e perceber de que forma é que contribui para o objetivo e para o avançar da equipa. No nosso caso, no treino, as nossas necessidades individuais foram, por mais que não seja nos primeiros minutos, postas à frente das da equipa (como "conhecer o equipamento" e "disparar como se não houvesse amanhã para abater o maior número de adversários possível"). Uma vez ultrapassado o obstáculo individual, foi possível começar a ter alguma visão estratégica ("como nos vamos posicionar para ganhar vantagem?"). Claro! Era isso que nos faltava! Faltava-nos um fim melhor através de meios mais eficientes (menos bolas gastas por ataque).

 

O paintball é muito utilizado como teambuilding e para o desenvolvimento de competências como o trabalho em equipa, a liderança, o pensamento estratégico, a tomada rápida de decisão e priorização de atividades. A abordagem do paintball para estas temáticas é interessante, pelo meu ponto de vista, porque permite abordar o sistema ao invés de cada um dos indivíduos na equipa, e ver numa primeira fase -- de diagnóstico -- quais são os problemas que se fazem sentir e quais são os elementos com as características que sobressaem. Li uma vez uma frase interessante, que se aplica aqui a 100%:

 

Quando as tropas estão unidas, nem os corajosos podem avançar sozinhos nem os cobardes podem recuar.

 

Enfim, é uma atividade a repetir, com certeza!

 

Com expressão na rubrica:

logo para web espaço rh.png